10 mentiras sobre câncer que circulam na internet

0

O câncer é o segundo tema mais frequente entre notícias falsas (fake news) compartilhadas no Facebook. A conclusão é de um levantamento exclusivo publicado em reportagem de capa de VEJA desta semana.

Vilma de Brito Onias, de 60 anos, acabou vítima de uma delas. Na lista de elementos naturais usados por ela na tentativa de curar um câncer de mama estão o óleo de copaíba, a fruta noni e a famosa graviola. Não obteve resultado em nenhum dos casos – e acredita que a última ainda piorou a situação. Um amigo lhe recomendou que tomasse graviola nos intervalos do tratamento tradicional. Segundo ele, a “quimioterapia natural” a ajudaria na cura do câncer. Ela aceitou e tomava ora o chá, ora o suco da fruta.

“Uma ferida se abriu em cima de onde eu tinha tirado a mama. Não tinha pomada ou creme que cicatrizasse. Fiquei seis meses tentando acabar com ele e a única coisa que tinha tomado de diferente era a graviola. Nunca falei para o médico com medo de ser repreendida”, diz ela, que também tem planos de transformar sua experiência em livro.

Todas as notícias que alardeavam a cura por meio de alguma dieta alimentar foram prontamente rebatidas pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca). “Não existe alimento nenhum que cure o câncer sozinho. O que recomendamos é manter uma alimentação saudável rica em vegetais, legumes, verduras, leguminosas e grãos para prevenir a doença e auxiliar no tratamento, nunca curar”, afirmou Luciana Maya, nutricionista da área técnica de Alimentação, Nutrição, Atividade Física e Câncer do instituto.

Levantamento inédito feito por VEJA e divulgado na edição desta semana da revista mapeou 966 notícias compartilhadas em seis páginas do Facebook conhecidas por compartilhar inverdades – e revelou que um terço de todo o conteúdo divulgado entre fevereiro e junho eram completamente falaciosos. O câncer era assunto de 12% das mentiras.

Fonte: Veja

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here